• (19) 3546-1846 / (19) 3546-4719
  • Siga-nos:
Patrulha Mirim de Cordeirópolis - Patrulha, Mirim, Cordeirópolis, menor, aprendiz, patrulheiro, jovem, jovens, adolescente, adolescentes

Patrulha Mirim de Cordeirópolis - Quem Somos

Quem somos

A Patrulha Mirim de Cordeirópolis, também designada P.M.C., constituída em 07 de Setembro de 1973 é uma entidade civil, sem fins lucrativos que tem por duração tempo indeterminado, com sede no município de Cordeirópolis, Estado de São Paulo e foro em Limeira tendo por finalidade o atendimento a adolescentes do sexo feminino e masculino, prestando assistência econômica e social através das diretrizes mestras dos setores educacional, social, recreativo, cultural e profissional, objetivando integrá-los na sociedade.

A integração destes adolescentes é efetivada em conformidade com o disposto na Lei 10.097/00 através do encaminhamento dos aprendizes ao mundo de trabalho diante do programa técnico-profissional que prevê a execução de atividades teóricas e práticas, sob a orientação de entidade qualificada em formação técnico-profissional metódica, com especificação do público-alvo, dos conteúdos programáticos a serem ministrados, do período de duração, da carga horária teórica e prática, dos mecanismos de acompanhamento, das avaliações e dos certificados de aprendizado, observando os parâmetros estabelecidos na Portaria TEM nº 615, de 13 de dezembro de 2007, que estabelece que são consideradas atividades teóricas aquelas desenvolvidas na entidade formadora, sob orientação do MTE. Já as atividades práticas são aquelas desenvolvidas na empresa. Onde a entidade formadora deverá orientar a empresa diante do respectivo plano de curso, bem como orientá-la para que possa compatibilizar e desenvolver a prática atrelada aos conhecimentos teóricos.

A entidade se constituiu na forma da Lei 6.494/77, com redação acrescida pela M.P. 2.164-41, como agente de integração consoante ao disposto no artigo 7º do decreto 87.497/82, visando à promoção do ensino profissional e de estágio curriculares, realizando a intermediação entre o sistema de ensino público e privado e dos setores de produção, serviços, comunidades e governo. Bem como tendo por finalidade a promoção e o encaminhamento dos aprendizes ao mundo do trabalho, em conformidade com o que preconiza a Lei 10.097/00.

Desta forma a Patrulha Mirim de Cordeirópolis se propõe a:

a) Idealizar, planejar e implementar programas socioeducativos de caráter supletivo para a criança e o adolescente, atendendo a projetos que incluam aspectos da formação intelectual, física, moral, social e cívica, de lazer e cultura, visando ao desenvolvimento integrado e harmônico de sua pessoa e a seu preparo amplo para exercício pleno da cidadania;

b) Manter um Centro de Convivência como sede de suas atividades socioeducativas e as sub-sedes que se fizerem necessárias para maior abrangência e profundidade de seus programas;

c) Valorizar o ensino básico pela suplementação do processo educativo, favorecendo e criando condições para o acesso e a permanência na escola e reforço na assimilação dos conteúdos escolares das crianças e adolescentes inscrito em seus programas;

d) Orientar e apoiar as famílias dos jovens inscritos, procurando sua reorganização e o seus ajustamentos, sempre necessário;

e) Incentivar, esclarecer, orientar e organizar os diversos setores da sociedade que se disponham a participar como colaboradores dos programas sócio-educativos da instituição, recebendo como educando-estagiário os jovens vinculados a entidade;

f) Promover, organizar e manter atividades de interesse comum para inscritos, no campo da cultura, da saúde, do esporte, do lazer, equipes esportivas, banda musical, grupo de teatro, coral, entre outros;

g) Colaborar com outros programas educativos e de atendimento a crianças e adolescentes em entidades afins;

h) Filiar-se a organismos e entidades especializadas e/ou firmar convênios com elas, para ampliar os recursos próprios para a boa execução dos programas da Entidade;

i) Organizar e manter departamentos de serviços que se fizerem necessários, de acordo com os regimentos específicos a cada programa;

j) Se organizar em tantas unidades de prestação de serviços quantas se fizerem necessárias e se utilizar de todos os meios lícitos a fim de arrecadar fundos para realização de seus propósitos;

k) Promover a educação profissional, com foco na demanda do mundo de trabalho, proporcionando ao jovem inscrito o desenvolvimento de habilidades que permitam obter um emprego ou gerar renda e capacitá-los aos requisitos apresentados pelo mundo de trabalho;

l) Identificar para as instituições de ensino as oportunidades de estágios curriculares junto as pessoas jurídicas de direito público e privado, co-participando com as instituições de ensino no esforço de captação de recursos para viabilizar estágios curriculares;

m) Prestar serviços gratuitos, permanentes e sem qualquer discriminação de clientela de acordo com Plano de Trabalho aprovando pelo CMDCA;

n) Promover a educação, proteção e preservação ambiental, através da execução de planos, projetos e ações integradas, podendo para isso firmar convênios e parcerias com outras entidades locais, nacionais e internacionais.

OBJETIVO GERAL

Atender adolescentes de 14 a 24 anos, de ambos os sexos, sem distinção de classe econômica, social e profissional, visando o encaminhamento dos mesmos ao mundo do trabalho, objetivando o desenvolvimento profissional e intelectual dos adolescentes, valorizando os prospectos da educação, da cultura e do trabalho, buscando a integração dos mesmos na sociedade, bem como promover o seu protagonismo na busca da garantia de seus direitos.

A entidade oferta um atendimento gratuito, planejamento, continuado, visando a promoção e fortalecimento de vínculos familiares, bem como incentiva os adolescentes e seus responsável a participação comunitária atuando desta forma preventivamente no enfrentamento a situações de vulnerabilidade social ou risco social.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

I. Profissionalização de adolescentes segundo preconiza a Lei 10.097/00;
II. Encaminhar os aprendizes ao mundo do trabalho;
III. Diminuir no município a taxa de adolescentes em risco social;
IV. Orientação social e profissional para os adolescentes da Entidade;
V. Propiciar melhor aproveitamento escolar através do curso de aprendizagem e de palestras;
VI. Atender o conjunto de vulnerabilidades do adolescente e de sua família a partir da identificação da integração do mesmo ao mundo do trabalho;
VII. Propiciar o desenvolvimento cultural alinhado ao desenvolvimento pessoal e profissional do aprendiz.

PROJETOS DA ENTIDADE

ORQUESTRA SINFÔNICA

a) Descrição da Atividade Realizada

A Orquestra Sinfônica, através da Lei Rouanet do Ministério da Cultura, é fundamentada pelo Projeto realizado na Patrulha Mirim de Cordeirópolis, Cordeirópolis In Concert. A Patrulha Mirim de Cordeirópolis tem grande tradição na formação de músicos, bem como atualmente na cidade de Cordeirópolis existe uma ausência de escola de música acessível à comunidade, direcionando o objetivo central deste projeto que se fundamenta em suprir esta lacuna apresentada.

b) Objetivo

A Orquestra Sinfônica tem por objetivo aprimorar ou iniciar o conhecimento prático e teórico instrumental, oferecer uma perspectiva de atividade profissional, capacitar, formar e alimentar novos músicos, buscar a valorização a música sinfônica, proporcionar o desenvolvimento e iniciação musical para crianças, adolescentes, jovens e adultos, buscar desenvolvimento cognitivo e a interação social visando o desenvolvimento humano de suas componentes e dos familiares dos mesmos.

c) Metodologia

Os ensaios da Orquestra Sinfônica iniciaram em dois mil e treze sob o comando do maestro Paulo Luiz Martimiano e atualmente ocorrem de quinta e sábado das 17h00min às 21h30min horas, das 09h00min às 12h00min respectivamente, no Casarão Levy, cedido para os ensaios. Através de aulas teóricas e práticas de Madeiras, Violino I, Violino II, Contrabaixo, Percussão, Violoncelo, Viola Clássica, Metais e Aulas Teóricas Musicais e Práticas de conjunto.

d) Forma de Acesso

A forma de acesso para o ingresso na Orquestra Sinfônica é através da realização de sua inscrição no Casarão Levy durante o período de um mês, normalmente no início de cada ano, salientando que a criança, o adolescente e o jovem não necessitam ter noção instrumental básica

e) Público-alvo

A Orquestra Sinfônica de Cordeirópolis vinculada a Entidade participa de apresentações e eventos não somente na cidade de Cordeirópolis, mas em toda a região principalmente na capital do Estado.O público-alvo são crianças, adolescentes, jovens e adultos que tenham interesse na capacitação musical teórica e prática.

f) Resultados Obtidos

A Orquestra Sinfônica propícia as crianças, aos adolescentes e aos jovens seu desenvolvimento cognitivo, musical, pessoal e social trabalhando a dialética da retirada de locais de vulnerabilidade social visando a integração comunitária e o desenvolvimento futuro desses jovens e adolescentes. Bem como traz para o município de Cordeirópolis a integração com a cultura através de shows gratuitos de grandes artistas de renome na música brasileira e internacional.

FANFATERIA

a) Descrição da Atividade Realizada

A Patrulha Mirim de Cordeirópolis teve em seu histórico de fundação a Banda Marcial ganhadora de campeonatos pela Entidade, entretanto a P.M.C. sentia a necessidade de inovar e se adequar as novas perspectivas de desenvolvimento musical, onde através de uma análise dos antigos integrantes da fanfarra e do novo instrutor tornou-se preponderante a ideia da fundamentação da Fanfateria da Patrulha Mirim de Cordeirópolis, onde a mesma é a junção de fanfarra tradicional com bateria.

b) Objetivo

Objetivando através da nova proposta da Fanfateria atrair e motivar adolescentes a integraram um novo conceito musical desenvolvendo suas habilidades pessoais e motivando em requisitos como organização, disciplinar, motivação, colaboração e trabalho em equipe.

c) Metodologia

Os ensaios da Fanfateria iniciaram em dez de maio de dois mil e quatorze sob o comando do instrutor John Elvis da Silva Ribeiro e atualmente ocorrem quinzenalmente aos sábados em horário adequado as necessidades do instrutor e dos componentes na sede da Entidade. A Fanfateria da Entidade participa de apresentações e competições na região, bem como é convidada a participar de desfiles cívicos em outras cidades.

d) Forma de Acesso

Qualquer adolescente ou jovem que resida no município de Cordeirópolis e demonstrem interesse no projeto pode se inscrever aos Sábados, dias que ocorrem os Ensaios, na sede da Entidade, onde será avaliada sua aptidão para cada instrumento e designada sua área de instrumentalidade.

e) Público-alvo

O público-alvo são adolescentes e jovens de 14 a 24 anos, de ambos os sexos, que estejam devidamente matriculados em uma instituição de ensino, que podem estar ou não vinculados a Patrulha Mirim de Cordeirópolis.

f) Resultados Obtidos

A Fanfateria propicia aos adolescentes e aos jovens seu desenvolvimento cognitivo, musical, pessoal e social trabalhando a dialética da retirada de locais de vulnerabilidade social visando a integração comunitária e o desenvolvimento futuro desses jovens e adolescentes.

Algumas Fotos

CNPJ – 51.413.862/0001-87 - Rua Lourenço Emelino Mazzutti nº 801, Jardim José Corte - Cordeirópolis-SP
Telefones: (19) 3546-1846 / (19) 3546-4719
Criação de Sites, Lojas Virtuais e Marketing Digital